Pesquisar
Close this search box.

Mangue Jornalismo lança iniciativa para mapear locais de venda de livros físicos em Sergipe. Levantamento é colaborativo e formulário já está disponível

ANA PAULA ROCHA, da Mangue Jornalismo
@anapaula._.rocha

Você saberia dizer onde é possível comprar livros físicos em estabelecimentos independentes no estado de Sergipe?

É para responder a esta perguntar que a Mangue Jornalismo lança iniciativa inédita para reunir informações sobre os locais no estado que vendem obras impressas e são uma alternativa às grandes cadeias de livrarias e gigantes do e-commerce.  

Segundo pesquisa realizada pelo Nielsen BookData a pedido da Câmara Brasileira do Livro (CBL), o Brasil registrou cerca de 25 milhões de compradores de livros em 2023, sendo que pouco mais da metade (54%) adquiriu obras em edições impressas.

O número pode parecer alto, mas a mesma pesquisa aponta que 84% dos brasileiros com mais de 18 anos não comprou nenhum livro no ano passado, porcentagem preocupantemente alta em um país cuja população supera 214 milhões de habitantes.

Já a 5ª edição do Anuário Nacional de Livrarias (ANL), lançado também em 2023, afirma que há no Brasil 2.972 livrarias; destas, apenas 19 estão sediadas em Sergipe. Para além dessa possibilidade, existem os sebos e microiniciativas espalhadas por garagens, barracas, banquetas e outros formatos por todo o território nacional.

São precisamente estes empreendimentos – pontos de encontro e resistência cultural – os objetos principais do levantamento da Mangue Jornalismo, mapeamento que contará com a ajuda dos leitores para coletar as informações.

Por meio do formulário disponível aqui é possível repassar dados básicos sobre locais nos quais há a venda regular de livros físicos, seja na capital do estado ou nas cidades do interior.

Com as informações coletadas, será elaborado um mapa interativo e de acesso gratuito para consulta sobre essas iniciativas. Atualizações e acréscimos serão feitos conforme os dados de novas iniciativas forem repassados.

Isso aqui é importante!

Fazer jornalismo independente, ousado e de qualidade é muito caro. A Mangue Jornalismo só sobrevive do apoio das nossas leitoras e leitores. Por isso, não temos vergonha em lhe pedir algum apoio. É simples e rápido! Nosso pix: manguejornalismo@gmail.com

Deixe seu comentário:

Pular para o conteúdo