Pesquisar
Close this search box.

Professoras e professores em Sergipe tomam as ruas de Aracaju para exigir respeito. Veja a reportagem fotográfica realizada pela Mangue Jornalismo

Na tarde de ontem, 26, professoras e professores das redes públicas estadual e municipal em Sergipe realizam um ato público para marcar o dia de Greve Nacional da Educação. Nem a chuva atrapalhou a marcha pelas ruas da capital exigindo o cumprimento da lei do piso salarial, a revogação do novo ensino médio e pedindo medidas contra a violência nas escolas. As atividades foram convocadas pelo Sindicato dos Profissionais do Ensino do Município de Aracaju (Sindipema) e pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (Sintese).

Outras organizações sergipanas atenderam ao chamado: a juventude estudantil das mais diversas agremiações, o movimento hip-hop, o Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Sem Terra (MST), o Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Sem Teto (MTST), o Movimento Organizado dos Trabalhadores Urbanos (MOTU) e outras entidades dos movimentos sociais e sindical fortaleceram a manifestação mostrando que nesse dia a aula foi dada nas ruas.

O repórter da Mangue Jornalismo, Thiago Leão, fez uma ampla reportagem fotográfica desse ato. A seguir, propomos que você, leitora e leitor, possa fazer a experiência de narrar e conhecer como foi marcha do Magistério público em Sergipe a partir das imagens propostas a seguir por nosso repórter. Clique nas imagens para aumentá-las.

THIAGO LEÃO

Isso aqui é importante!

Fazer jornalismo independente, ousado e de qualidade é muito caro. A Mangue Jornalismo só sobrevive do apoio das nossas leitoras e leitores. Por isso, não temos vergonha em lhe pedir algum apoio. É simples e rápido! Nosso pix: manguejornalismo@gmail.com

2 respostas

  1. Memória é resistência. Todo apoio à luta do Magistério no Brasil e em Sergipe.

Deixe seu comentário:

Matérias relacionadas

Assine a Catado da Mangue Jornalismo agora mesmo!

Digite seu endereço de e-mail para receber a nossa newsletter gratuita.

Revista Paulo Freire

Todo mês, uma nova edição.

Matérias relacionadas

Compartilhe a reportagem

Pular para o conteúdo